Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
TEP - O dia da matança na história de Hamlet

TEP - O dia da matança na história de Hamlet

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Municipal Rivoli

Outros Espaços
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2019
mar
15
a
2019
mar
17
Realizado

Duração

60 minutos

Promotor

Câmara Municipal do Porto

Breve Introdução

Teatro
Sex 15 Mar / 21h00
Sáb 16 Mar / 19h00
Dom 17 Mar / 17h00

ANTÓNIO JÚLIO / TEATRO EXPERIMENTAL DO PORTO (TEP)
O dia da matança na história de Hamlet
Estreia

RIVOLI Palco do Grande Auditório


O Teatro Municipal do Porto acolhe o Teatro Experimental do Porto (TEP) como estrutura residente no Teatro Campo Alegre, no âmbito do programa Campo Aberto desde 2015. É, por isso, de muito perto que acompanhamos o trabalho desenvolvido nos últimos anos pela mais antiga companhia de teatro nacional, valorizando a sua capacidade de persistência e reinvenção criativa. O dia da matança na história de Hamlet, com encenação de António Júlio, prolonga esse plano que se lança sobre o passado com olhos de presente, na justa medida em que encena um texto de Koltès, por sua vez reescrevendo a tragédia de Shakespeare. O texto é uma versão condensada de Hamlet, obra que Koltès, quase antes de ser Koltès, um dos dramaturgos mais significativos da segunda metade do século XX, admira. Concentrando toda a ação num só dia, evidencia a velocidade dos acontecimentos e a violência dos atos. Hamlet e Ofélia, Gertrudes e Cláudio, as únicas personagens que sobrevivem à história original, aparecem logo condenadas. Com objetivos distintos e com fim anunciado, defrontam-se, combatem, lutam pelo poder e pelo amor. Encontrando-nos com Koltès, procuraremos Shakespeare, procuraremos Hamlet e o que, em desespero, nos concede a condição humana.

Ficha Artística

Texto: Bernard-Marie Koltès
Tradução: Alexandra Moreira da Silva
Encenação: António Júlio
Cenografia e Figurinos: Catarina Barros
Música: José Alberto Gomes
Luz: Nuno Meira
Interpretação: Júlia Valente, Maria do Céu Ribeiro, Paulo Calatré, Paulo Mota
Coprodução: Teatro Municipal do Porto, Teatro Experimental do Porto
Duração aprox.: 1h

Pontos de Referência

Praça D. João I

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

No Museu ao Entardecer | Caminhos do Romântico

Formação & Educação | Diversos

Dir. Municipal da Cultura

Museu da Cidade